Home Notícias Cosplay Expo Fun Divulga regras do concurso de Cosplay

Expo Fun Divulga regras do concurso de Cosplay

There are no translations available.

A Macross Feiras e Eventos, responsável pela organização do Expo Fun, divulgou hoje as regras para o concurso de cosplay do Evento.

O Expo Fun, que acontece nos dias 26 e 27 de Julho em São Paulo, é o primeiro evento produzido pela Macross. Hoje a empresa divulgou um comunicado no qual informa as regras do concurso de cosplay que serão aplicadas no Expo Fun, e devem ser adotadas também nos próximos eventos produzidos pela empresa.

O conjunto de regras apresenta algumas novidades em relação ao que se pratica normalmente em concursos de cosplay, especialmente quanto à utilização de cenários e acessórios, efeitos especiais, procedimento de inscrição e julgamento.

 

Apresentação

A primeira novidade aparece na categoria Desfile, onde cosplayers com personagens de uma mesma série que fizerem sua inscrição em sequência para o concurso poderão entrar juntos no palco. Os cosplayers porém continuarão sendo julgados individualmente, o que no caso de grupos grandes - não há uma limitação nas regras - pode tornar o trabalho dos juízes um pouco mais complicado.

Os tempos de apresentação serão de 1m30s para as categorias individuais, e 4m para as categorias em grupo, independente do número de integrantes - as regras não determinam um número máximo de integrantes por grupo. Há ainda limites de tempo de 30s para montagem e desmontagem de materiais no palco.

Além das restrições para tempos de montagem e desmontagem, há ainda limites quanto ao que poderá ser levado ao palco. O texto das regras informa que cenários e materiais de apoio estarão restritos a no máximo 5 peças, cuja somatória das dimensões não poderá ultrapassar 2,5m de altura e 3,5m de largura/comprimento.

Outra novidade é que, aparentemente, um mesmo cosplayer não poderá concorrer nas categorais Individual e Grupos no mesmo dia. O ítem 2.2 das regras informa sobre a separação das categorias, e informa que o cosplayer deverá escolher em qual delas vai se inscrever.

 

Julgamento

O julgamento do concurso será feito por um corpo de quatro juízes, um dos quais presidente do júri, a quem caberá decidir os empates - não há critérios de desempate. As notas serão dadas de 1 a 10 para cada quesito, e a somatória de todas as notas será a pontuação final do cosplayer. Dessa forma nas categorias Desfile e Livre, a pontuação máxima atribuída pelos juízes será de 40 pontos, enquanto que na categoria Tradicional será de 80 pontos (veja critérios de julgamento no texto das regras).

Uma das principais novidades no julgamento porém é o acréscimo de 0,5 ponto na nota final do cosplayer (o texto das regras usa a palavra "média", apesar de ser uma somatória de notas) que apresentar referências impressas do personagem que irá representar no palco. Além de beneficiar diretamente os cosplayers que trouxerem referências, a medida irá facilitar o julgamento do critério "Cos" (figurino), no caso de algum dos juízes não conhecer o personagem. De acordo com o texto das regras a medida irá afetar todas as categorias, inclusive a Livre, onde o critério "Cos" não é aplicado no julgamento e a imagem de referência não teria utilidade para os juízes.

Apesar das premiações para outras colocações além das primeiras, as regras não mencionam detalhes sobre a divulgação dos resultados. Não se sabe portanto se o resultado dos concursos será divulgado na íntegra - com a colocação de todos os participantes, ou se apenas os cosplayers premiados terão seus nomes divulgados. Também não há menção sobre a forma como as notas serão divulgadas, se apenas será conhecida a somatória final ou as notas individuais de cada juíz - como começa a ser adotado em concursos de cosplay.

 

Premiação

Outra grande novidade está na premiação do concurso. De acordo com as regras não serão premiados apenas os primeiros colocados. Na categoria Tradicional Individual o texto fala sobre troféus e prêmios especiais - sem especificar os prêmios - para os três primeiros colocados e ainda medalhas e prêmios para os quarto, quinto, décimo, décimo-quinto, vigésimo e vigésimo-quinto colocados. Já nas categorias Desfile e Livre Individual os prêmios e troféus vão apenas para os três primeiros colocados. Nas categorias de Grupos (Livre e Tradicional) os prêmios serão apenas para o primeiro colocado.

 

Veja abaixo o texto das regras reproduzido na íntegra.

 

REGULAMENTO – CONCURSO DE COSPLAY MACROSS COMPANY

Inspirado no regulamento do Concurso Cosplay da Yamato Comunicações e Eventos.


1. Regras Gerais

1.1. O presente regulamento visa estabelecer parâmetros e bases para os concursos de cosplay que a empresa Macross Company realizará em seus eventos, não caracterizando qualquer tipo de vínculo empregatício com os competidores.

1.2. Cabe aos organizadores do evento e ao coordenador de cosplay observarem as regras e zelarem pelo cumprimento das mesmas.

1.3. As inscrições são abertas a todo o público do evento, independentemente de sexo, idade ou origem. Não se inclui neste caso a comissão organizadora do evento, apresentadores e staffs.

1.4. Casos omissos, não previstos neste regulamento, serão analisados pelo coordenador de cosplay e coordenação geral do evento.
 

2. Categorias do Concurso

2.1. O concurso de cosplay da Macross Company será dividido em três categorias básicas:

- Desfile: nesta categoria, será avaliado apenas o figurino do participante. Materiais, acessórios, acabamento e correspondência com a personagem serão levados em consideração, em detrimento da constituição física do competidor. As inscrições e notas são individuais, mas a apresentação pode ser feita solo ou em grupo. Não há tempo limite estipulado;

- Livre: nesta categoria, a avaliação será voltada à apresentação em si. Originalidade, criatividade e desenvoltura são os requisitos básicos. O tempo de apresentação é de, no máximo, 1min30s para a apresentação solo e 4min para a apresentação em grupo;

- Tradicional: nesta categoria, a interpretação e o figurino devem ser coerentes com a obra referida (fidelidade com o original). Serão consideradas válidas as apresentações que se relacionarem com o contexto da personagem, suas ações e figurino. O tempo máximo permitido também é de 1min30s para a apresentação solo e 4min para a apresentação em grupo. A colocação final será subdividida por gênero (feminino e masculino).

2.2. Nas categorias Livre e Tradicional haverá a divisão entre apresentação solo e em grupo. No momento da inscrição o cosplayer deverá decidir em qual delas desejará concorrer.

2.3. Na categoria Desfile, as inscrições são apenas individuais. Porém, somente nos casos de números seqüenciais e mesma série, os cosplayers poderão subir ao palco em conjunto, recebendo cada um uma nota individual.

2.4. Em todas as categorias serão aceitos cosplays baseados em personagens oriundos de animes, mangás, filmes, jogos, programas de TV ou outras mídias de acesso público. Não serão aceitos ‘cosplays originais’. 

2.5. Os juízes do concurso observarão se cada apresentação é coerente com a categoria inscrita.
 

3. Julgamento do Concurso

3.1. Em todas as categorias, caso o cosplayer traga material de referência (imagem e descrição básica da série e personagem), será acrescentada à sua média final o valor de 0,5 (meio ponto). Este material deverá ser entregue à coordenação no momento da inscrição e avaliado quanto à sua coerência com a apresentação/personagem em questão. Deverão ser cinco cópias (quatro para os juízes e uma para o coordenador) e somente de material impresso (CDs e DVDs não serão aceitos). Referências que não atendam a estes requisitos não garantirão a pontuação extra.

3.2. Os cosplayers serão avaliados por quatro juízes previamente escolhidos pela coordenação e a somatória de suas notas será considerada sua nota final. A somatória e a classificação final serão feitas pelo coordenador do concurso.

3.3. Os quesitos de julgamento são:

- ‘Cos’ (aplicável nas categorias Desfile e Tradicional): será avaliado apenas o figurino do participante - materiais, acessórios, acabamento e correspondência com a personagem. Caso prefiram, os juízes poderão avaliar os cosplayers atrás do palco, enquanto estiverem posicionados em fila;

- ‘Play’ (aplicável nas categorias Livre e Tradicional): será avaliada a interpretação do participante, assim como os meios que utilizará para dar sentido ao que será representado. Na categoria Livre os juízes priorizarão a criatividade, e na categoria Tradicional priorizarão a fidelidade.

3.4. As notas dadas pelos juízes serão sempre de 1 (um) a 10 (dez), com intervalos de 0,5 (meio ponto). A nota 0 (zero) será dada apenas aos cosplayers desclassificados ou ausentes.

3.5. A somatória das notas será de 40 pontos para as categorias Desfile (somente quesito ‘cos’) e Livre (somente quesito ‘play’), e 80 pontos para a categoria Tradicional (somatória dos quesitos ‘cos’ e ‘play’).

3.6. Os juízes se reunirão com a coordenação antes e após o concurso, para avaliarem procedimentos, critérios, cálculos e classificação final. Suas notas serão consideradas plenas e inquestionáveis. Em caso de empate, o presidente do júri decidirá pelo desempate. Este presidente é um dos juízes do concurso, escolhido previamente pela coordenação.
 

4. Premiação do Concurso

4.1. A premiação do concurso será definida pela coordenação geral do evento e aprovada pelo coordenador do concurso.

4.2. A premiação da categoria Tradicional Individual será feita da seguinte forma:

- Primeiro, segundo e terceiro colocados (dividida em feminino e masculino): troféu e prêmio especial;

- Quarto, quinto, décimo, décimo quinto, vigésimo e vigésimo quinto colocados: medalha e prêmio.

4.3. A premiação da categoria Livre Individual será feita da seguinte forma:

- Primeiro, segundo e terceiro colocados: troféu e prêmio.

4.4. A premiação da categoria Desfile será feita da seguinte forma:

- Primeiro, segundo e terceiro colocados: troféu e prêmio.

4.5. A premiação das categorias Livre e Tradicional Grupo será feita da seguinte forma:

- Primeiro colocado: troféu e prêmio.

4.6. Serão premiados, especialmente, o melhor ‘cos’ e o melhor ‘play’ do evento, independente de categoria inscrita ou colocação final. 

4.7. A colocação final será anunciada no palco do evento. Caso algum dos vencedores não esteja presente, sua premiação será guardada pela coordenação e cabe a ele retirá-la na empresa Macross Company no prazo de 1 (um) mês após o evento. Nenhum prêmio será enviado por correio sistema de entregas.

4.8. Para os eventos realizados fora do Estado de São Paulo (sede da empresa), caberá ao vencedor entrar em contato com a empresa para decidir a melhor forma de entrega do prêmio.
 

5. Inscrições, Apresentação e Materiais Adicionais

5.1. As inscrições para o concurso serão feitas ao lado do palco, pela comissão organizadora. Solicitamos a todos os cosplayers que compareçam a este local portando documento de identidade (RG) pessoal ou do respectivo responsável (melhores de idade). A ficha de inscrição deverá ser totalmente preenchida e ao assiná-la, o cosplayer declara estar ciente e de acordo com todas as regras do concurso.

5.2. O cosplayer deverá comparecer ao lado do palco trinta (30) minutos antes do início do concurso da categoria na qual está inscrito. Será posicionado na fila e lá deverá permanecer até o momento de sua apresentação. Se no momento de sua apresentação o participante não estiver presente, será desclassificado e não poderá se apresentar após outros competidores. Caso o cosplayer desista da apresentação, solicitamos que informe antecipadamente a coordenação do concurso.

5.3. As inscrições serão encerradas ao término das vagas disponibilizadas para o dia ou trinta (30) minutos antes do início do concurso de sua respectiva categoria.

5.4. Nas categorias Livre e Tradicional, o participante poderá utilizar áudio próprio. Para isso ele deverá entregar, no momento de sua inscrição, um CD com apenas a gravação da apresentação (que deverá ser feita em formato CDA, de áudio convencional). CDs regraváveis ou com faixas em formato MP3 não serão aceitos.

5.5. Solicitamos aos competidores que, no caso de apresentações em diferentes categorias, utilizem CDs distintos para cada uma dela. Ex: um CD para o Livre Individual, outro CD para o Tradicional Individual. Não há restrições quanto à trilha sonora escolhida.

5.6. Em caso de problemas de responsabilidade do evento que prejudiquem a apresentação do cosplayer, o mesmo poderá repetir sua apresentação ao final do concurso.

5.7. Todos os participantes serão identificados com um número, que será afixado em sua roupa. Deverão obrigatoriamente o utilizar durante a apresentação e somente retirá-lo ao término da mesma, entregando-o ao staff responsável.

5.8. O evento não disponibilizará tomadas na região do palco. Caso o cosplayer queira utilizar recursos que necessitem de energia elétrica, deverá trazer sua própria bateria.  Ex: leds, lâmpadas, hélices, motores, máquina de fumaça ou espuma etc.

5.9. Quaisquer materiais adicionais de som poderão ser utilizados, mas sem estarem ligados à mesa de som ou estrutura do evento. Ex: guitarras, microfones adicionais, megafones etc.
 

6. Staffs, Cenários e Tempo

6.1. Cada cosplayer (ou grupo inscrito) terá direito a utilizar, em sua apresentação, um staff pessoal e dois staffs do evento. O staff pessoal deverá vestir uma camiseta preta e só poderá permanecer na região do palco quando acompanhado de seu respectivo cosplayer.

6.2. A atuação do staffs deverá ser limitada e coerente. Os juízes do concurso observarão e reportarão possíveis abusos.

6.3. Cenários e materiais de apoio são de responsabilidade do próprio cosplayer. Poderão apresentar de 1 (uma) a 5 (cinco) peças distintas, somando no máximo 2,5m (dois metros e meio) de altura por 3,5m (três metros e meio) de largura.

6.4. A contagem de tempo será feita pela coordenação do concurso. Cada participante (ou grupo) possui 30s (trinta segundos) para montagem e 30s (trinta segundos) para desmontagem. As apresentações individuais possuem tempo estipulado de 1min30s (um minuto e trinta segundos) e as apresentações em grupo possuem tempo estipulado de 4min (quatro minutos), independente do número de participantes. A categoria Desfile não possui tempo estipulado.
 

7. Crossover

7.1. Não é permitido crossover, na categoria Tradicional, entre personagens de mídias diferentes e que nunca tenham, na ficção, se encontrado. Ex: Seiya e Goku.

7.2. Em caso de encontros entre personagens de mídias diferentes, a interpretação deverá ser baseada na mídia em questão.  Ex: game Marvel X Capcom.

7.3. Em caso de crossover temporal, os juízes analisarão o contexto e fidelidade, para assim avaliarem a desclassificação, perda de pontos ou validade da apresentação. 
 

8. Proibições e Desclassificações

8.1. Como medida de segurança e adequação ao público do evento, em todas as categorias é proibida a representação de personagens eróticos ou pornográficos (hentai), assim como a incitação à violência e uso de drogas. O uso de palavras de baixo calão ou que sejam consideradas agressivas ou constrangedoras, independente do fato de ser comum ao personagem representado, também é vetado.

8.2. Em caso de apresentações que firam as disposições criminais, os participantes deverão responder legalmente por seus atos. Ex: aliciamento de menores, atentado ao pudor etc.

8.3. É proibido o porte de armas de fogo (mesmo descarregadas), armas brancas com lâmina afiada, explosivos ou qualquer outro objeto que represente perigo ao público do evento. Esses materiais serão retidos na entrada do evento e somente serão devolvidos no momento que o portador deixar o evento. Apenas réplicas serão permitidas.

8.4. É proibido pular do palco ou atirar objetos fora dele.

8.5. A veiculação de qualquer tipo de publicidade é proibida.

8.6. Qualquer dano a aparelhos do palco ou evento (microfones, caixas de som, parelhos de iluminação) ocasionará desclassificação e os responsáveis deverão arcar com as despesas.

8.7. Apresentações que ultrapassem o tempo estipulado resultarão em desclassificação do participante ou grupo.

8.8. No caso de concursos que ocorram em dois dias do mesmo evento, a repetição de roupa ou apresentação ocasionará a desclassificação da segunda nota, valendo apenas a primeira.



Fonte: Macross Feiras e Eventos.

 

Comments  

 
0 # Trabalho que não foi pagoLeandro Soares de Se 2012-03-05 16:49
Boa tarde!

No período de 09-12-10 à 13-12-10 estivemos trabalhando para está empresa, por inumeras vezes temtamos contato sem nenhum retorno, gostaria de deixar telefones para contato caso aja o interesse da parte contratante ficaremos agradecidos pois acredito que da parte do contratante ficar sem receber trabalhando honestamente é muito ruim, solicito contato.

Leandro Soares

Fone: 3322-9799
Fax: 3323-5927
 
 
0 # RE: Trabalho que não foi pagoadmin 2012-03-05 17:05
Leandro, boa tarde. A qual empresa você se refere? Tem certeza de que esse comentário está publicado no lugar certo?