Home Competições World Cosplay Summit WCS 2009 - India e Elisabeth, representantes dos EUA

WCS 2009 - India e Elisabeth, representantes dos EUA

E-mail Imprimir PDF

India Davis e Elisabeth Licata foram escolhidas para representar os Estados Unidos no World Cosplay Summit 2009 durante o New York Anime Festival. Nesta entrevista as representantes americanas contam como se classificaram para a final japonesa e compartilham um pouco de sua experiência como cosplayers.

wcs_2009_eua_01.jpgCosplayers.net: Antes de mais nada, vocês poderiam se apresentar e nos contar um pouco sobre seus interesses e ocupações?

Elizabeth: Olá! Eu sou Elizabeth Licata. Vivo em Nova Iorque e sou escritora e editora de uma revista sobre restaurantes.

India: Olá, eu sou India Davis! Também vivo em Nova Iorque, onde recentemente me formei no Instituto de Tecnologia de Moda, com um bacharelado de artes em Design de Modas. Atualmente estou à procura de um emprego na indústria de moda.

 

Cosnet: Como vocês começaram com o cosplay, e há quanto tempo praticam esse hobby?

E: Eu comecei me fantasiando em eventos de quadrinhos em 1997. Havia outras pessoas fantasiadas como personagens de anime e quadrinhos, mas eu não sabia que havia um nome para o que elas estavam fazendo até meu primeiro evento de animes em 2001, quando ouvi as pessoas falando a respeito de "cosplay". Eu me interessei pelo assunto porque sempre gostei de costurar e me fantasiar. Eu fazia muito teatro na escola, mas estava mais interessada nas roupas do que em atuar. Eu fazia testes para as peças só para poder vestir os figurinos.

I: Uma amiga me apresentou ao mundo do anime quando eu estava na escola. Mais ou menos em 1999 ou 2000 ela viu um anúncio para um evento local, e nós pesquisamos um pouco, o que nos levou a descobrir o cosplay. Aquele evento foi minha primeira incursão no mundo do cosplay. Eu já costurava há algum tempo, e também desenhava roupas, então o cosplay como hobby foi muito atrativo para mim.

 

Cosnet: Vocês poderiam nos contar como decidiram participar da eliminatória, e como escolheram os personagens para os cosplays que fizeram?

E: Eu estava tentada a participar da eliminatória, mas não conhecia ninguém para fazer dupla comigo. Uma noite eu fui a um karaoke com alguns outros cosplayers que estavam visitando Nova Iorque, e foi então que conheci a India. Alguém mencionou o WCS, e eu disse que estava pensando em participar, mas ainda não tinha certeza. Então a India disse que também estava pensando nisso, e eu achei que nós duas formaríamos uma boa equipe. Nós temos estilos e gostos semelhantes, e eu realmente gostei do que vi do trabalho dela. Além disso nós estávamos nos dando muito bem. Depois que decidimos participar juntas nós passamos algumas semanas tentando decidir sobre os cosplays. Acho que nós pensamos em uns 15 ou 20 cosplays diferentes que poderíamos ter feito. Nós duas somos grandes fãs do estilo elaborado das roupas dos personagens do CLAMP. Também gostamos muito do estilo vitoriano daqueles vestidos da Yuuko e Himawari, e eles pareciam se complementar, então nós os escolhemos. Levou tanto tempo para decidirmos quais cosplays iríamos usar que tivemos apenas um mês para comprar o tecido e costurar, mas no fim tudo deu certo. Acho que nós duas somos muito boas para gerenciar nosso tempo.

I: Foi realmente muita sorte quando a Elizabeth e eu decidimos participar juntas! Nós tínhamos nos encontrado rapidamente antes de um evento, mas naquela noite durante o jantar depois do karaoke foi quando descobrimos que estávamos interessadas no WCS. Nossos interesses para cosplay são muito parecidos, e ambas estamos no mesmo nível quanto à costura, então foi uma bela combinação. Depois de prospectar dúzias de mangás e animes, XXXHOLiC foi o que se destacou mais. Nós duas nos apaixonamos pelo visual da Yuuko e Himawari, especialmente os das roupas que escolhemos recriar. Também achamos que as personagens seriam boas escolhas para nosso visual e tipo físico, o que foi um fator muito importante na nossa decisão.

 

Cosnet: Vocês normalmente costuram/confeccionam todos os seus cosplays e acessórios sozinhas? Como vocês trabalham para melhorar suas habilidades e o que as mantém motivadas a continuar aperfeiçoando seus dons?

E: Eu não me preocupo muito em continuar motivada. Para mim é um problema maior me lembrar de relegar o cosplay apenas a um "hobby", e não deixar que ele tome conta da minha vida. Sempre que eu vejo alguma coisa nova, eu quero fazê-la. Eu fui ao Instituto de Figurinos no Museu Metropolitano de Arte há algum tempo atrás, e voltei para casa tentando descobrir como fazer peças de armaduras para as pernas. Toda vez que eu termino um cosplay eu me animo para começar um novo, normalmente algo diferente ou maior. Eu acabei de comprar um livro sobre técnicas de beleza do período vitoriano, então agora eu quero fazer alguma coisa que envolva fabricação de jóias e bijouterias.

I: Como eu comecei minha carreira no mercado de moda, e já costuro e acompanho a moda desde que sou bem nova, o cosplay está diretamente relacionado com o meu dia-a-dia. Eu me orgulho muito de fazer tudo (dentro do razoável) eu mesma, ou pelo menos tentar! Cosplay é uma parcela divertida e criativa do que eu faço no meu dia-a-dia, então isso ajuda a me manter motivada quando me sinto frustrada. O cosplay me permite fazer coisas que eu não posso fazer com os designs normais do meu trabalho, e eu acho isso muito enriquecedor.

 

Cosnet: A respeito do WCS, esse é o segundo ano que os EUA participam, depois de um longo período fora da competição. Vocês participaram da eliminatória do ano passado ou essa é a sua primeira vez?

E: Essa é minha primeira vez. Eu realmente nunca participei de concursos de cosplay. Eu competi uma vez em 2001 e ganhei um prêmio por atenção aos detalhes, mas foi a única vez que tentei competir. Eu sempre achei mais divertido só passear com o cosplay do que ficar esperando para ser julgada. Além disso eu nunca tinha participado de um grupo de cosplays antes da parceria com a India, então eu teria que ter entrado em concursos sozinha, o que não é muito divertido.

I: Quando eu era mais nova e estava começando no cosplay, eu gostava de participar de concursos sempre que possível. Mas essa foi minha primeira vez no WCS. Mais recentemente eu comecei a gostar muito de julgar concursos, em vez de competir neles. E eu tive a sorte de julgar várias competições, grandes e pequenas, por todo o país.

wcs_2009_eua_02.jpg

Cosnet: Vocês poderiam nos contar suas impressões a respeito do New York Anime Festival, com respeito ao suporte à eliminatória e aos cosplayers em geral? Como vocês comparam a eliminatória do ano passado com a desse ano?

E: Eu não posso comparar muito, porque não estava lá no ano passado. Mas havia tantos cosplays fantásticos no NYAF desse ano que eu fiquei surpresa. É muito bom ver isso.

I: Ter o WCS no NYAF foi uma inspiração para os cosplayers de toda parte, motivando-os a trazer o que tinham de maior e melhor. Apesar de ter apenas passado rapidamente pelo evento no ano passado e não ter participado ou visto o concurso, minha experiência com o NYAF desse ano foi muito positiva.

 

Cosnet: Agora que vocês venceram a eliminatória, o que significa para vocês ser o Team USA 2009 e representar seu país no Japão ano que vem?

E: Eu estou muito animada e grata pela oportunidade. Mal posso esperar para ver quem são as outras equipes e o que eles estão preparando. Ainda não tenho idéia dos cosplays que vamos usar. Agora mesmo eu tenho 40 ou 50 idéias que estou louca para fazer. Não faço idéia de como vou decidir.

I: Estou incrivelmente orgulhosa por ter sido a escolhida naquele maravilhoso grupo de competidores, e orgulhosa por representar os EUA em nível internacional. É muito desafiador ter que escolher mais cosplays para a competição, mas estou muito animada!

 

Cosnet: Falando do Japão, quais as suas expectativas sobre ir para lá? Vai ser sua primeira vez? O que estaria em sua lista de coisas para fazer e ver por lá?

E: Eu já estive antes no Japão. Depois de me formar na faculdade eu estive lá por algumas semanas, e morei lá por seis meses quando estava terminando minha pós-graduação. Eu adoro o Japão, e queria muito voltar lá. A primeira coisa que vou fazer é encontrar uma livraria, e então uma loja de roupas. Sou uma grande fã dos teatros kabuki e takarazuka, então realmente gostaria de ver algumas apresentações, se tiver a chance.

I: Eu nunca estive no Japão, então estou bastante animada! O que eu mais quero é experimentar toda aquela comida exótica e divertida, e fazer muitas compras. Espero poder voltar para os EUA com uma mala extra cheia de roupas novas! Também quero  uma chance de fazer um pouco de turismo, ver as paisagens e experimentar a vida do outro lado do mundo.

 

Cosnet: E quanto a sua família e amigos? O que eles pensam a respeito de você fazer cosplay em geral, e sobre ganhar o WCS mais especificamente? Como eles reagiram às boas novas?

E: Eu mandei um email para meus pais assim que saímos do NYAF. Minha mãe disse que chorou quando soube da notícia. Eles ficaram muito felizes. Meus amigos que não são cosplayers não entendem realmente o que é o WCS. Eles apenas sabem que eu sumi por um mês e reapareci com uma roupa nova, como uma borboleta

I: Minha família sempre me ajudou muito nesse meu hobby bobo, especialmente minha mãe, que foi quem primeiro me ensinou a costurar. A maioria dos meus amigos é do mundo da moda ou cosplay, e todos ficaram muito felizes quando souberam da notícia.

 

Cosnet: Falando de cosplay nos EUA, como vocês vêem a influência do WCS no cenário cosplay em seu país, desde que voltaram a participar da competição? Houve alguma mudança significativa ou o WCS não recebe muita atenção por ai?

E: Não tenho muita certeza. Eu tenho muitos amigos novos no meu Livejournal agora do que tinha antes. Eu acredito que eles souberam a meu respeito por causa do WCS.

I: Acho que a presença renovada do WCS no universo cosplay dos EUA é uma fonte de inspiração para os cosplayers que estão começando no hobby, e algo que eles podem ter como meta. Me parece que é algo que pode interessar muito a essa nova geração de cosplayers.

 

Para saber mais sobre as representantes americanas e acompanhar Elizabeth e India em sua jornada para o Japão acompanhe o Livejournal World Cosplay Summit: Team USA 2009.

 

Imagens: Site do WCS japonês e blog WCS México.

Última atualização em Ter, 14 de Outubro de 2008 09:04